MÚSICAS DE ANIME vs. FRANZ VENTURA



MEU CURSO 👉

Curta esse video com 1 joiinha e sua inscrição no canal e você pode apoiar este canal com 1,99 por mês neste link

OUÇA AGORA MINHAS COMPOSIÇÕES PARA PIANO SOLO AUTORAL Spotify
Deezer
iTunes

MINHAS REDES SOCIAIS LINK LINKS
Fanpage
Instagram

MEU EMAIL
franzventura91@gmail.com

HoOoOoje vou contar TUDO revelar o motivo pelo qual nunca gravei no piano as músicas mais famosas que os OTAKU otakus imploram desde a criação deste canal , será que pianistas clássicos não gostam das partituras das trilhas sonoras dos desenhos como A Viagem de Chihiro dos estúdios Studio Ghibli do Japão 千と千尋の神隠し Sen to Chihiro no Kamikakushi HOJE CONTO TUDO E RESOLVO TUDO COM VCS

ATENÇÃO Animes que eu nunca vou assistir online gratis Netflix ou baixar download Jujutsu kaisen Demon slayer Naruto Attack on titan Tokyo ghoul Your name your lie in April Shigatsu wa Kimi no Uso

26 comments

  1. Your Lie In April é um anime que o Franz ver vai ficar chorando durante dois dias
    Confia em mim, o anime é uma depressão dramatica e erudita…😢🥰

  2. Seu chato implicante, toca Sadness and Sarrow com aquelas notinhas caindo no teclado, depois grava um dvd com orquestra e vende bobo!! kkkkkkkkkkk

  3. Eu só quero saber se tem alguma abertura de anime que vc tocaria ou traria uma nova interpretação porque sim?

  4. Verdade, a maioria é Ost clichê só para acompanhar as cenas, você pesquisa "Ost Epic – anime" é tudo "tuuuuuu Tuti Tuti Tuti Tuti Tuti"
    E a mesma coisa se repete com músicas emocionantes e tristes

    Mas tem uns que tem uma trilha sonora boa, como Renquim of Silence, de Re: zero, na verdade, boa parte das trilhas sonoras de Re:zero são boas, tanto que abaixei para me inspirar

    Com isso termino dizendo, Franz, assiste You lie in April

  5. Your lie in april foi o anime que me motivou a voltar a tocar piano (que eu tinha abandonado), e a interpretação da ballade no 1 em g minor op 23 com o violino no final da música é a melhor de todas! kkkkkkkkkkkkkkkk

  6. O lord relata que é o que chama mais atenção o vinheteiro toca só que com a técnica fora do normal.

  7. Só acho engraçado o Franz mencionar a respeito dos animes fazerem imitação barata de música ocidental e que deveriam valorizar mais a própria música, pois ele literalmente está tocando num instrumento de uma marca que só existe praticamente porque os japoneses gostavam de música ocidental e a Yamaha passou a produzir pianos para atender essa demanda (Na época, pré-Primeira Guerra Mundial, não exportavam pra fora). Não fosse isso, não existiria esse Baby Grand Piano pelo qual tanto derrama amores lolol

  8. Your Lie in April é muito bom. Eu fiz uma versão do acompanhamento do anime Chopin et 25 n5 no meu canal… De flauta. Tb fiz uma da música Orange mas a edição ficou ruim tenho que tocar de novo.

  9. Ai nao fran, reclama de shigatsu sendo que assistiu piano no mori, esse anime é uma merda, da gastura so de ver os personagens

  10. Franz, Franz, Franz!!! Meu caro jovem, pelo amor de Deus, falar mal de anime está OK e eu assino embaixo. Anime é feito para aborrecentes de 14 anos ficarem impressionados. Entretanto, todavia, conduto, tu começou o vídeo tocando uma música de um filme do STUDIO GHIBLI! Por favor, Franz, não cometa esse sacrilégio! Eu gosto de ti e te peço encarecidamente!!!

    Studio Ghibli não é anime, Franz! Tu não gosta dos filmes da Disney? Os escritores, diretores, produtores, se inspiram nos filmes do Studio Ghibli. Já vi eles falarem em documentário. Eles tentam tocar o seu coração aprendendo como que os filmes do Studio Ghibli em seus pequenos detalhes tocam a alma das pessoas… E é tudo da mente e da imaginação de uma ÚNICA pessoa, o grande Hayao Miyazaki. Não tem nada de anime, de cenas pachorrentas e piegas. Sério! Assim como eu já vi gente falar que se sente privilegiado em ter a oportunidade de ouvir toda a obra de Beethoven, de pessoas que se sentem agraciadas por poderem ler toda a obra de Tolkien, o mesmo pode ser dito da obra do Miyazaki, sem exageros; ou seja, tu estás perdendo, meu virtuosíssimo amigo!

    Sobre a música, tu estás mais que certo em dizer que ela tem uma pegada ocidental, e eu te explicarei o porquê. Ela é do filme Howl’s Moving Castle. Esse é o único filme do Miyazaki que o roteiro foi adaptado de um livro, O Castelo Animado, da escritora inglesa Diana Wynne Jones. Só pra tu ter uma ideia do mérito desse livro, ele inspirou a J. K. Rowling em escrever Harry Potter. Como? No livro tem essa porta, dentro do castelo que se locomove, que abre para diferentes lugares dependendo de onde está direcionado o ponteiro acima dela. SPOILER DO LIVRO: a Sophie, que mora nesse mundo fantástico, entra por essa porta e descobre que lá existe um mundo diferente – esse mundo é justamente o nosso mundo contemporâneo. E ela volta de lá, louca de medo. Isso quer dizer, para nós leitores, que o grande Mago Howl, dono do castelo nesse mundo fantástico, é uma pessoa normal no nosso, mas que tem acesso a esse outro mundo mágico, o da Sophie. Só que o livro é do ponto de vista da Sophie, que nem pôde compreender isso direito. Essa passagem não te lembra de Harry Potter? Mas voltando ao assunto, o Miyazaki pegou esse roteiro e fez a mágica dele através da sua imaginação fértil. Ele acrescenta e tira algumas coisas, mas ele manteve, por exemplo, os nomes em inglês, ele criou uma cidade desenvolvida, com carros e barcos a vapor, as pessoas usam trajes conhecidos e a arquitetura também é similar. Esse filme tem, realmente, uma pega ocidental, mas é o único, justamente por causa do livro – e diferentemente de todos os outros dele. E o grande maestro Joe Hisaishi, que também tem o seu papel nessa mágica dos filmes do Studio, provavelmente entendeu isso e fez essa música com uma pegada ocidental. É apenas isso! Mas vale ressaltar que o filme também tem outra música que eu gosto bastante, se chama The Promise of The World. Ela tem nome e letra japonês, mas eu gosto muito da versão instrumental de piano e violino. Aliás, a que tu tocou, Merry-Go-Round of Life, é muito tocada e também tem covers de piano e violino na internet.

    Concluindo, dá uma conferida nos filmes do Studio Ghibli, por favor. Eu recomendo começar com os melhores, que depois de entender como funciona essa magia do Miyazaki, os outros farão tu regozijar assistindo, mesmo sendo mais infantis como Meu Vizinho Totoro e Ponyo. Eu recomendo Nausicaa, o único que era um mangá e virou filme, Mononoke e Laputa (este nome inspirado nas viagens de Gulliver). A Viagem de Chihiro é o mais famoso porque o consagrou com o OSCAR de melhor animação, em 2003, e realmente é ótimo, mas eu acredito que foi a cereja do bolo pra homenagear uma obra já consolidada por esses outros. O Howl’s Moving Castle, ou O Castelo Animado, vem depois desses todos.

    Um grande e apertado abraço, tu manda muito bem, continue assim!!!!!!!!!!!

    PS: Não posso me esquecer de recomendar também a obra do maestro Joe Hisaishi.
    PPS: Os filmes estão na Netflix.

  11. Franz está certíssimo por não assistir Your Lie in April, que anime ruim!! Olhem minha foto de perfil, eu gosto de anime kkkk, mas Shigatsu Wa Kimi no Uso é superestimado e ruim!!!

  12. KKKKKKKK. Eu já estava com saudades das crises de stress do Franz…
    Brincadeira amigo, um forte abraço!.. 😂🙂👍👏🤝

  13. Muito boooom te ouvir Fraaaan!!! 🤣🤣

    Mas para a tristeza do autor do vídeo é muito fácil saber a quantidade de "Deslikes", simples, basta contar o número de visualizações menos o número de likes e dividir por 2 🤫🤫🤫

    Logo, temos que 21.000 – 4.000 = 17.000

    E, 17.000/2 = 8.500 Otakus estão passando raiva aoksopasopas.

    Zoeira 💕

  14. Tu vai e me toca Joe Hisaishi na introdução se o Miyasaki ouvisse você chamando as músicas dos filmes do estúdio Ghibli de música de anime ele iria avançar no seu pescoço e acabar contigo

Leave a comment

Your email address will not be published.